quinta-feira, 29 de maio de 2014

Perna de Borrego no Forno com Grelos






Aqui em casa todos gostamos de Borrego, assado, em ensopado, frito, etc...
E este é mais um daqueles pratos de fim de semana, em que, só precisamos de ter a carne descongelada ou comprada no momento e temperar sem grandes e altas performances!
Acompanhado com grelos ou se quiserem batatas assadas no molho do tempero do borrego, mas como eu tinha acabado de cozer e saltear grelos, foi com isso mesmo que comemos, e basta olhar para se adivinhar um sabor maravilhoso.

Ingredientes

Perna de Borrego
Azeite
Sal
Pimenta
5 Dentes de alho
Colorau/Pimentão doce
Vinho
2 Folhas de louro


Preparação

Arranje o borrego e livre-o de todas as gorduras indesejadas, ou se comprar em talhos peça para o fazerem pois dá algum trabalho.
Num Pyrex, coloque azeite, vinho e espalhe colorau, um pouco de pimenta e sal. Por cima, coloque a perna de borrego e repita o processo, não se esquecendo de acrescentar os alhos esmagados e as folhas de louro.
Deixe apurar da manhã para a tarde, que a meu ver é o suficiente.
Levar ao forno aquecido a 200º por mais ou menos 60 mnts, vá vendo, virando e regando o borrego com o próprio molho.
No meu caso ao fim dos 60 mnts o borrego estava pronto, mas cada forno é um forno!

Acompanhe com batatas e ou grelos salteados em azeite e alho esmagado!

Bom apetite!

terça-feira, 27 de maio de 2014

Puré de Batata | Receita Bimby - Thermomix


 
 
Eu que adoro puré de batata com batata, a Bimby só veio facilitar... em vez do passe-vite, usa-se a lâmina!
Nunca entrou em minha casa, os saquinhos de flocos para fazer puré de batata, a minha mãe usava quando tinha mais pressa e saia-lhe sempre bem... comigo nunca!
Portanto, quando fui para a minha casa, o puré era sempre de batata, batata!
Ainda que não gostasse de usar o velhinho passe-vite, era o melhor que tinha para o efeito e o resultado era idêntico ao da bimby!
Eu coloco sempre alho nesta receita, fica com um sabor muito agradável e não se nota quase nada.
Nunca ponho noz moscada mas sim pimenta e pouco sal e margarina, e cozo sempre com leite.


Ingredientes

900 gr de batata para fritar
400 gr de leite
2 Dentes de alho
Sal q.b.
Pimenta q.b.
30 gr Margarina

Preparação

1. Descasque as batatas e lave-as. Reserve.
2. Coloque o leite, o alho, o sal e as batatas cortadas em pedaços. Programe 30 mnt / 90º / vel 1.
3. Resultado da cozedura da batata.
4. Coloque a margarina e a pimenta.
5. Programe 25 seg / vel 4 inversa.
6. Resultado do passo anterior.

Nesta receita eu não usei a borboleta (ainda que ela apareça na foto, eu tirei-a), lembrei-me de ir aos meus apontamentos e vi que, aprendi no curso que se usarmos a velocidade 4 inversa alguns segundos depois da batata cozida, o puré fica sem pedacinho e nada gomoso. E na verdade fica maravilhoso.
Já fiz esta receita várias vezes e fica sempre sempre como gostamos cá em casa!
Portanto a batata foi cozida sem a borboleta.

Podem sempre dar uma cor ao puré, se juntarem cenoura ou brócolos no momento da cozedura, fica muito bom e com uma ar diferente.

Este puré serviu para acompanhar esta receita aqui de Frango no Forno.

Bom apetite!

domingo, 25 de maio de 2014

Pernas de Frango no Forno com Puré de Batata | Receita Bimby - Thermomix








Hoje venho com mais uma receita simples, chamo a estas receitas, menus de fim de semana que são só temperar e colocar no forno, pois o tempo é curto!
Gosto muito de ter coxas e pernas de frango em casa, e quando compro é em doses industriais, coloco sempre 4 pernas ou 4 coxas em sacos e separadas, assim tenho a possibilidade de tirar a quantidade que quero quando quero.
Eu temperei com as duas massas, no entanto podem optar ou por uma ou por outra, que fica igualmente bom. Também podem optar por fazer com frango inteiro que na verdade sai mais em conta, mas aqui em casa não somos fans das partes secas do frango no forno!
Este foi o nosso almoço no sábado e não ficou nada no Pyrex!
É tão simples como saboroso!

Ingredientes

4 pernas de frango ou coxas
Massa de pimentão
Massa de alho
1 folha de louro
Vinho q.b.
Azeite q.b.

Preparação

Coloque as pernas/coxas no Pyrex e dê-lhes uns golpes de modo a poderem cozinhar melhor até à parte do osso e unte-as com massa de pimentão e de alho, coloque o azeite e a folha de louro e vinho a seu gosto.
Levar ao forno por mais ou menos 45 mnts a 180ºc.
Mas vá vigiando pois depende de cada forno o tempo de cozedura.

Fiz este puré na Bimby como acompanhamento.

Bom apetite!

sábado, 24 de maio de 2014

Leite Creme Mandarin | Receita Bimby - Thermomix






E pronto... aqui está ele... Leite Creme Mandarin, e nós...... adoramos!
Depois da parceria com a Mandarin, eis que sai esta receita que sem consultar em lado algum adaptei eu mesma à Bimby. Ainda que não tenha nada de especial, é sempre importante estarmos atentos ás adaptações, pois pode queimar.
Se não saisse bem à 1ª, tentava-se outra vez, o importante é não desistir!
Nesta receita eu coloquei somente 3 colheres de sopa mal cheias de açúcar, ainda que seja uma sobremesa doce, corto sempre na quantidade de açúcar em quase todas as receitas, assim posso fazer mais vezes e faz menos mal!

Ingredientes

1/2 Litro de leite
1 Saqueta de preparado Leite Creme Mandarin
3 c. sopa de açúcar
Canela q.b.

Preparação

1. Os ingredientes que usei.
2. Num recipiente, misturar o açúcar com o preparado Leite Creme Mandarin.
3. Meio litro de leite.
4. Do meio litro de leite que precisamos, juntar um pouco no preparado do passo 2 e dissolver bem o pó e o açúcar no leite com um fouet.
5. coloque o leite no copo da Bimby e programe 7 mnts / 90º /vel 2.
7. Programe agora 5 mnts / vel 3 e com a Bimby em funcionamento, deite o preparado do passo 4 para dentro do copo.
8. Coloque o Leite Creme Mandarin em tacinhas e leve ao frigorífico.

6. Coloque a canela só quando o Leite Creme Mandarin estiver frio.

Como podem ver usei apenas 1 saqueta e só deu para 4 tacinhas, como tenho a mania das metades, fiz pouco. Assim para a próxima poderei fazer outra sobremesa.

Há quem prefira queimar açúcar nos leites creme, mas como não tenho maçarico uso canela e é assim que preferimos.


Bom apetite!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Bavaroise de Morango | Receita Bimby - Thermomix




Há lá receita mais fácil e fresquinha???
Adoramos este bavaroise de morango. Simples, rápido de preparar e com um sabor tão bom....
Neste preparado, tenho por hábito juntar morangos cortados em pedacinhos e depois misturo tudo, fica mais bonito e ainda mais saboroso.

Ingredientes

1 Saqueta de bavaroise de morango Royal
400 gr de leite bem frio
10 morangos (opcional, nesta receita não coloquei pq já não tinha)

Preparação

No copo da bimby colocar a borboleta, depois o conteúdo de uma carteira de preparado e o leite frio. Bata durante 10 seg / vel 2 e depois 20 seg / vel 3, ou até achar que está com uma boa consistência. Deite o preparado em forminhas ou um Pyrex e leve ao frigorífico durante cerca de duas horas.
Podem, como disse antes, colocar morangos cortados em pedacinhos, mas façam isso quando já transferiram o preparado para o Pirex, para que os pedaços não se desfaçam na bimby, mas é ao gosto de cada um.

Bom apetite!

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Parceria Mandarin


Mais uma parceria e bem DOCINHA!
Só tenho a agradecer a oferta que me foi feita hoje pela Mandarin...
Adoramos este produto, e desde pequenina que me lembro da minha mãe e avó fazerem o Pudim e o Leite Creme do chinês, como lhe chamávamos.
Daqui sairá com toda a certeza o leite creme melhor do mundo e o pudim mais gosto de todos os tempos.
Confesso que nunca comprámos outra marca que não esta e agora tenho aqui Mandarin para todas as receitas!

Obrigada Mandarin 
Bem hajam!

quarta-feira, 14 de maio de 2014

A Minha Carbonara | Receita Bimby - Thermomix

 




O que vos apetece comer?
Não sabemos...
Ok... aqui vai disto!
Não que seja um prato que se faça em menos de nada, mas é simples e dá para um monte de refeições ... almoço, jantar e para levar para o trabalho!
Aqui em casa dá para 6 a 7 refeições, mais coisa menos coisa, pois faço sempre num Pyrex grande.
Quando vou ao supermercado, peço sempre para me cortarem 2 ou 3 fatias grossas de fiambre (+/- 5 milímetros), neste caso de perú, que congelo sempre para este tipo de "aflições". Mas é prato onde podem sempre aproveitar restinhos que tenham, ou de frango, ou salsichas que foi também o meu caso, ou peixe... pouco importa, aqui o resultado é tão bom que merece a pena qualquer restinho!
Costumo juntar 2 ovos cozidos para dar cor, mas como ia fazer um doce que levava ovos, não quis abusar. Ervilhas ou milho também fica muito bem... é só puxar pela imaginação!

Ingredientes

400 g Esparguete
Azeite
1 Caldo de galinha
Sal q.b.
Água

2 ou 3 Salsichas
2 Pacotes natas
Azeite
2 ou 3 Fatias de fiambre de perú
1 Lata de cogumelos
Queijo Emmental

Preparação

Faça o esparguete na Bimby conforme livro base ou a seu gosto. Eu coloco sempre pouco sal um caldo de galinha e um fio de azeite.

1. Ingrediente usados para confecionar a carbonara.
2. Corte o fiambre, as salsichas e os cogumelos em cubinhos ou a gosto.
3 e 4. Num Pyrex disponha um camada de metade do esparguete e depois o fiambre, as salsichas e os cogumelos.
5. Coloque a outra metade do esparguete por cima.
6. Deite as natas por cima do esparguete de modo a que fique bem regado com as natas, eu usei 2 pacotes mas se preferir mais pode usar.
7 e 8. Coloque meio pacote de queijo Emmental sobre o esparguete, ou outro queijo a gosto.

Levar ao forno pré aquecido a 180ºc por mais ou menos 20 mnt. ou até o queijo estar derretido.

Este prato deu para muitas refeições, mas pode fazer porções mais pequenas ou até individuais.

Bom apetite!

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Os Meus Pastéis de Nata | Receita Bimby - Thermomix







Pastéis de Natal... quem não gosta?
Já andava para fazer esta receita desde que adquiri a Bimby, e finalmente fiz e estavam OPTIMOS!
Esta receita tem algumas alterações, como não poderia deixar de ser..., coloquei menos um ovo, e não pincelei as massa folhada com ovo antes de ir ao forno, acho que é ovo a mais e no entanto funciona na mesma.
Outra alteração foi, colocar metade Maizena, metade farinha e meia casca de limão foi o suficiente.
Espero que esta receita vos agrade, pois lá em casa desapareceram em dia e meio!

Ingredientes

Ingredientes p/ o recheio

250 g leite
250 g natas
150 g açúcar
25 g farinha
25 g Maizena
 4  gemas de ovo
1 pau de canela
Casca de meio limão, só a parte amarela

1 massa folhada de compra.  

Acessórios

Borboleta

Preparação

 
1. Comece por untar as formas de metal e forrá-las. A forma de silicone não precisa de ser untada.
2, 3 e 4. Arranje um copinho que se adeque para que depois de cortar a massa ela sirva para forrar as formas, tanto as grandes como as pequenas.
5. Coloque no copo todos os ingredientes do recheio, excepto a casca do limão e o pau de canela e misture 10 seg/vel 4.
6. Coloque a “borboleta”, junte a casca de limão, o pau de canela e programe 18 min/90ºC/vel 1 ½.
Pré-aqueça o forno a 200º C.
Findo o tempo do passo 6. retire a casca do limão e o pau de canela.
7. Deite o preparado nas formas sem chegar aos bordos.
8. Resultado de 20 mnt no forno.

Rendeu 9 pastéis grandes e 12 pequenos.

Bom apetite!

sábado, 10 de maio de 2014

Bacalhau com Natal com Batata Palha | Receita Bimby - Thermomix






Este é, sem dúvida nenhuma, um prato que quase toda a gente gosta... com a agravante boa que podemos substituir o bacalhau por outro peixe qualquer e/ou até por frango desfiado, que fica, verdadeiramente bom, tão bom como este mesmo, o Bacalhau com Natal.
Costumava cozinhar de modo tradicional este prato, mas com a vinda a Bimby cá para casa, o certo, é que desta maneira é muito mais fácil.
Fiz esta refeição no mesmo dia em que fiz esta AQUI pois como tinha descongelado uma embalagem inteira de bacalhau, e queria fazer porções mais pequenas, poupei, tempo e dinheiro e fiz comida para várias refeições.
O bacalhau foi cozido tal e qual esta receita AQUI, portanto é uma questão de verem como foi feita, acedendo ao link.
Tenham só em atenção à quantidade de água que colocam no copo, e de pôr sempre um fio de azeite, pois assim não corremos o risco de vir água por fora do copo da Bimby. Outra dica, é cozer as posta de bacalhau em papel vegetal, na varoma.

Ingredientes


Pão ralado (ou queijo ralado a gosto)
1/2 cebola
2 dentes de alho
25 g azeite
200 g bacalhau demolhado e desfiado
200 g batata palha

Ingredientes p/ o Béchamel
500 g leite
50 g farinha
25 g manteiga
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Noz-moscada q.b. (opcional, eu como não tenho coloco pimenta)
200 g natas

Preparação


1.Coloque no copo a cebola, os alhos, o azeite e pique 5 seg / vel 5.
2. Resultado do passo anterior.
3. Refogue 5 min / Varoma / vel 1
4. Junte o bacalhau bem escorrido e programe 5 min / Varoma / vel inversa. Findo este tempo, reserve.

Coloque num pirex alternadamente o bacalhau e a batata palha e misture.

5. Comece a preparar o molho Béchamel. Sem lavar o copo coloque todos os ingredientes para o béchamel excepto as natas e programe 8 min/90ºC/vel 4. Findo este tempo, adicione as natas e programe 2 min/90ºC/vel 4. Atenção ao sal, pois as batatas têm sal e o bacalhau também.

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

6. Espalhe por cima do bacalhau e da batatas palha o molho. (Há quem costume envolver, mas eu prefiro sentir as batatas ainda estaladiças e não ensopadas pelo molho).
7 e 8. Polvilhe com o pão ralado e leve ao forno para gratinar cerca de 20 minutos.

Este pyrex que vêm na foto tem as medidas de 20 cm por 20 cm, e deu mais ou menos para 3 refeições. 2 refeições para o meu marido e 1 para eu para trazer para o trabalho.

Pode e dever ser servida com uma saladinha de alface.

Bom apetite!

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Pataniscas de Bacalhau com Coentros | Receita Bimby - Thermomix







Há anos que não fazia este petisco...
Tirei uma embalagem de Bacalhau Ribeiralves, deixei a descongelar e deu para duas receitas, esta que aqui vemos e uma esta AQUI .
Quem tinha por hábito fazer esta iguaria era a minha mãe, e confesso que não estão como as dela, mas estão igualmente deliciosas mas ... com coentros!
Foram vários os comentários sobre se as pataniscas ficavam melhor com coentro ou com salsa... uns defendiam que a salsa é que é bom e que a receita é assim que deve ser feita, outros diziam que com coentros também fica bem...
Como eu gosto de variar e de experimentar novas receitas, aqui fica a minha dica.
Esta receita tem as porções pela metade, como já vem sido um costume meu, o que fez com que dessem não mais que 15 deliciosas pataniscas.

Ingredientes:
500 g água
Fio de azeite
200 g bacalhau Ribeiralves
1/2 cebola
6 pés de coentros
2 ovos
175 g farinha
150 g água ( usei água que ficou no copo)
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Preparação: 

1 e 2. Coloque as 500 g de água no copo e junte um fio de azeite. Coloque a varoma com o bacalhau na Bimby e programe 25 mnt / varoma / vel 1. Findo este tempo, reserve a água.
3. Tire as espinhas e peles ao bacalhau com as mãos e coloque-o no copo e programe 2 seg / vel 4 inversa.
4. Resultado do passo anterior.
5. Pique os coentros e a cebola, 5 seg / vel 5.
6. Resultado do passo anterior. (Reserve).
7. e 8. Coloque no copo, os ovos, a farinha, a água reservada, a pimenta e o sal (atenção ao sal do bacalhau) e programe 2 mnt / vel 5.
9.  Resultado do passo anterior.
10. Adicione o bacalhau, os coentros e a cebola e envolva 15 seg / vel 3.
11. Neste passo, veja a consistência com que fica o preparado, pois se ficar muito grosso, vai ficar mal cozido ou massudo demais, mas aqui é ao gosto de cada um. No entanto pode colocar mais um pouco de água e envolver mais uns 4 seg / vel 4.
12. Passe para uma tigela ou outro recipiente onde consiga tirar o preparado com uma colher de sopa, ou com uma igual à que eu mostro nas imagens, tudo depende do tamanho que se queiram as pataniscas.
13, 14 e 15. Frite as pataniscas em óleo quente e abundante.
Bom apetite ! 

terça-feira, 6 de maio de 2014

Queques de Limão ou Madalenas | Receita Bimby - Thermomix





Como já vem sendo hábito cá em casa, todos os Domingos se fazem, ora queques de cenoura ou biscoitos, ou bolachas, mas desta vez quis experimentar alguma coisa diferente, e fiz umas madalenas mas em formas redondas, dado que não tenho formas de madalenas.
O resultado é o mesmo, só o formato é que é diferente.
Mas... como sempre, alterei a receita a meu gosto e consoante o que tinha em casa.

Ingredientes:

180 g açúcar
Casca de limão (só parte amarela)
4 ovos
180 g manteiga à temperatura ambiente
130 g farinha
70 Maizena
1 c. chá de fermento em pó p/ bolos
1 pitada de sal

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

1. Ingrediente que usei.
2.Coloque no copo o açúcar e pulverize 15 Seg/ Vel 9.
3. Adicione a casca do limão e programe 15 Seg/ Vel 9.
4. Resultado do passo anterior.

Com a ajuda da espátula, raspe as paredes do copo de modo a que o açúcar fique perto das lâminas.

5 e 6 Coloque a "borboleta", os ovos, a manteiga e programe 2 Min/ 37º/ Vel 4.  Findo o tempo anterior volte a programar mais 2 Min/ Vel 4.
7. Resultado do passo anterior.

 Incorpore a farinha a Maizena, o fermento, o sal e programe 15 Seg/ Vel 3.

8. Resultado do passo anterior.

Coloque a massa em formas iguais à da imagem ou em formas de Madalenas, enchendo-as só até metade, polvilhe-as com açúcar e leve ao forno cerca de 20 minutos.

Rendeu 14 queques.

Bom apetite!

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Arroz doce | Receita Bimby - Thermomix

 





Este Sábado foi dia de fazer uma sobremesa docinha para acompanhar o calor que se tem vindo a sentir.
O arroz doce foi sempre uma das sobremesas preferidas cá em casa e desta vez com a ajuda o Arroz Bom Sucesso, fiz este delicioso arroz doce cremoso!

Ingredientes:
900 g leite

2 casca de limão, só a parte amarela
1 pau de canela
1 pitada de sal
140 g açúcar
4 gemas de ovo
Canela q.b.

Nota: Ainda que seja parecida com a receita do livro base, reduzi no açúcar, no leite e coloquei mais uma casquinha de limão.
 
Preparação:

1. Produtos utilizados.

Coloque no copo todos os ingredientes excepto o açúcar e as gemas. Programe 15 mnt / 90º / vel colher inversa.
Retire a tampa e envolva o arroz com a ajuda da espátula e programe 25 mnt / 90º / vel colher inversa.

2 e 3. Parta os ovos para uma tigela e quando o passo anterior terminar tire um pouco de leite com arroz e misture nos ovos com a ajuda de um garfo.

4. Junte o açúcar e o ovo já misturado, envolva com a ajuda da espátula e programe 10 mnt / 90º / vel inversa 1/2.

5, 6 e 7. Como podem ver este arroz doce fica cremoso. Distribua por taças de vidro ou numa travessa grande.

8. Tenho falado com alguma pessoas que me dizem que quando fazem arroz doce , fica sempre colado no fundo do copo da bimby, comigo nunca aconteceu e já fiz muitas vezes este doce. Fica a imagem como prova de como aproveito o máximo do arroz doce!

Deu para 7 tacinhas.

Decore com canela a seu gosto depois de frio.

Bom apetite!

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Parceria Arroz Bom Sucesso



Hoje, depois de um dia de trabalho, eis que recebo esta magnifica variedade de Arrozes Bom Sucesso, uma oferta fantástica da empresa Orivarzea. E qual não é o meu espanto quando me deparo com a quantidade de produtos que me deram. Estou muito feliz e agradecida ao Arroz Bom Sucesso e tenho a certeza que será uma excelente parceria.

Confesso que já tinha experimentado e o sabor e textura são na verdade diferentes de outros arrozes...
E no arroz Bom Sucesso encontro a qualidade aliada ao bom preço.
Daqui iram sair, com toda a certeza, os melhores pratos, e ficam prometidas fotos dos mesmos!!!!
Fica aqui a história deste arroz, que é bastante interessante!

A história da Orivárzea começa em 1997, quando um grupo de 10 dos mais importantes orizicultores da Lezíria Ribatejana decide dar as mãos e juntar as forças para produzir e comercializar um arroz de excelência com qualidades únicas, e fazê-lo chegar ao consumidor final a preço justo.
 A rentabilização dos meios de produção, e o acerto de um projecto fundado no espírito de solidariedade e entreajuda, rapidamente atraíram novos agricultores que foram crescendo através dos anos até chegarem aos actuais 37 associados com 5000 hectares semeados. Todos Ribatejanos, todos produtores de arroz, todos fiéis aos princípios de certificação que garantem um arroz muito acima dos padrões oficiais de qualidade e com um controle absoluto do processo produtivo, desde a semente, produzida pela Orivárzea, até à embalagem na prateleira do supermercado.

 Mas a tradição da Orivárzea nasceu muito antes de 1997. Berço privilegiado do cultivo de arroz em Portugal desde finais do século XIX, a Lezíria Ribatejana viu passar pelas suas largas planícies gerações de agricultores a quem o tempo e a prática ensinaram os segredos da orizicultura de excelência no estuário do Tejo.
 Descendentes destes pioneiros, e com uma herança já secular na produção e comercialização de um arroz tradicional, os associados da Orivárzea entram no mercado do século XXI com pergaminhos de antiguidade e visão de futuro, fazendo desta marca uma referência na produção de arroz de grande qualidade, não só em Portugal como em toda a Europa. A qualidade do Arroz Carolino produzido pela Orivárzea na Lezíria Ribatejana é de tal forma distintiva, que para além do mercado nacional o produto é hoje exportado para os mercados da Suíça, Polónia e Bélgica.
 Além disso, empresas tão exigentes como a Danone/Milupa e BENEO-Remy, referências no mercado da alimentação infantil, confiam hoje na qualidade do arroz Orivárzea como matéria prima selecionada para a rigorosa preparação dos seus produtos.
 É claro que, como quase todos os produtos excepcionais, o segredo da Orivárzea está no cuidado que uma quantidade limitada permite dedicar a todas as fases da produção. É que ao contrário da generalidade das marcas de arroz disponíveis no mercado, o arroz produzido pela Orivárzea é inteiramente cultivado pelos seus associados na Lezíria Ribatejana. Sendo a sua produção limitada, e uma vez que a Orivárzea nunca adquire arroz de outros produtores, a colheita de cada ano pode esgotar no fim do Verão. A nova Colheita chega ao mercado no Outono.



Arroz Carolino da Lezíria Ribatejana

Arroz extraordinário, de selecção meticulosa grão a grão, o Carolino da Lezíria Ribatejana não tem rival entre os Carolinos. É um bago generoso e tenro, com uma textura aveludada e macia que absorve intensamente os sabores e aromas dos ingredientes com os quais é cozinhado. Com ele se preparam os melhores e mais tradicionais pratos da gastronomia portuguesa, aos quais o Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas acrescenta sofisticação e nobreza. É o arroz português de eleição dos grandes Chefes de cozinha e dos grandes gourmets, à venda exclusivamente em lojas seleccionadas.
 Disponível em embalagem de 500g.


 
Arroz Carolino

Um arroz da variedade japónica, mais volumoso e aveludado, que incha mais e cria mais goma que as outras variedades, o Carolino é o tipo de arroz mais genuinamente português e o que melhor se adequa à nossa tradição gastronómica. As suas características fazem com que absorva como nenhum os outros aromas e sabores dos temperos e ingredientes com que é cozinhado. É por isso o arroz ideal para a preparação de pratos tradicionais portugueses, como todos os pratos de arroz malandrinho, molhado e espesso, e o arroz doce.
 O arroz Bom Sucesso Carolino é um arroz certificado nos Sistemas de Gestão da Qualidade. Disponível em embalagens de 1000g e 500g.

 
Arroz Agulha

Um arroz da variedade índica, originário dos paises do sul e do sueste asiáticos, o Agulha é um arroz de grão fino e longo, vítreo e consistente. O resultado é um arroz que coze mais rapidamente mas sem absorver os temperos, ficando solto e seco. O seu sabor neutro faz dele o arroz ideal para ser servido branco, a acompanhar pratos de carne ou de peixe.
 O arroz Bom Sucesso Agulha é um arroz certificado nos Sistemas de Gestão da Qualidade. Disponível em embalagens de 1000g e 500g.


Arroz Aromático

Também de variedade índica, o arroz Aromático deve o seu nome ao perfume que exala no momento da cozedura. É muito associado à cozinha indiana e tailandesa e embora intenso, o seu aroma não se traduz em sabor no prato, uma vez que o seu bago tem um sabor neutro. Tem cozimento rápido e um bago fino e solto, mas de consistência macia. É ideal como acompanhamento de pratos exóticos muito condimentados, como o caril, a cozinha africana e os grelhados orientais.
O arroz Bom Sucesso Aromático é um arroz certificado nos Sistemas de Gestão da Qualidade. Disponível em embalagens de 500g.
 
Bem Haja e uma vez mais obrigada pela oportunidade!
 

Recent Visitors

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...